Buscar
  • lioiecomodomkt

Criptorquidia ou Testículo não descido

Hoje vamos falar de um tema muito comum nos consultórios pediátricos com o Dr. Felipe Quadros, nosso Urologista!!

.

. Criptorquidia vem do grego “cripstos”, que significa oculto e “orqui” que significa testiculo, ou seja, ausência do testiculo no seu local habital, a bolsa escrotal.

.

. Os testículos se desenvolvem durante a vida fetal (intra-uterina) na região abdominal e, então, começam seu trajeto de descida para a bolsa escrotal, terminando-o ao final da gestação.

Esta migração descendente é propiciada por diversos fatores e pode ser interrompida em qualquer local durante este processo, originando a criptorquidia.

Pode ocorrer de um lado (unilateral) ou dos dois lados (bilateral).

.

. Alteração genital muito comum que acontece em até 4% das crianças nascidas no tempo normal (a termo) e em até 45% nos meninos nascidos prematuramente.

.

. Não se sabe a causa exata do problema, mas acredita-se estar relacionado a fatores ambientais durante a gestação e a fatores genéticos.

.

. O tratamento é cirúrgico. Indica-se esperar pelo menos até os 6 meses de idade, pois há uma chance de descida espontânea do testículo.

Porém , postergar por mais de 2 anos pode causar danos irreversíveis para a fertilidade e alguns casos, futuramente, transformar-se em câncer.

.

. Por isso a importância de uma consulta com especialista é fundamental, pois a correção da criptorquidia deve ser breve.

.

. ☎️ Agenda já a sua consulta com nossa equipe de cirurgia urológica e cirurgia infantil para uma avaliação!!!

7 visualizações

Av. dos Autonomistas, 2435- Edíficio Mondial- sala 104 - Centro, Osasco - SP, 06090-020

  • Facebook ícone social
  • Instagram